Tipos de sais e suas propriedades

Tipos de sais e suas propriedades

Por Boi da Villa   |   18.11.2019

Muito comum nas cozinhas brasileiras na hora de preparar as refeições, o sal possui uma função muito grande em nosso organismo. Ele é um nutriente essencial e já que o nosso corpo não o produz, precisamos ingeri-lo e o recomendado é que seja menos de 5 gramas por dia.

O sal é um eletrólito que conduz eletricidade e mantém nossas células, músculos e sistema nervoso funcionando. Ele facilita a transmissão de eletricidade no corpo humano. Mas não é indicado alto consumo, pois pode desenvolver aumento da pressão arterial, problemas renais e doenças cardiovasculares.

Além de realçar o sabor da comida, o sal tem diversos tipos e com características únicas para a nossa saúde. Continue lendo e confira os tipos de sais encontrados no mercado e melhores para o consumo!

 

SAL MARINHO

O sal marinho contém elementos como flúor, cálcio, magnésio e iodo natural. Ele mantém o balanço eletrolítico conforme já citamos acima, sendo necessário na transmissão entre o cérebro e as células nervosas. Também previne câimbras e é essencial para quem pratica exercícios físicos regularmente. Alguns estudos indicam que o sal marinho pode contribuir para a redução de inflamações respiratórias.

 

SAL ROSA DO HIMALAIA

Proveniente da Ásia, esse tipo de sal é encontrado nos pés das montanhas do Himalaia. Possui o tom rosado por conta dos minerais presentes, principalmente o ferro. É considerado mais saudável e puro do que o sal refinado. É rico em mais de 80 minerais diferentes, possuindo um alto teor de cálcio, cobre, potássio, magnésio, zinco, selênio, bromo, fósforo, iodo e zircônio.

 

SAL NEGRO

Esse sal é obtido em reservas naturais da região central da Índia. De acordo com a medicina ayurvédica, um conhecimento médico local, o sal negro é recomendado para quem possui prisão de ventre, indigestão, distensão abdominal, flatulência e bócio. É rico em sulfatos, sulfetos, ferro e magnésio. Possui uma textura crocante e o seu sabor relembra o gosto da gema do ovo.

 

SAL DO HAVAÍ

Pode ser encontrado em duas colorações: vermelho e preto. O sal do Havaí de origem vulcânica, apresenta o ferro em sua composição. Ele possui cerca de 81% de cloreto de sódio e 19% de diversos minerais.

 

SAL DE SÉSAMO

Também conhecido como gersal, o sal de sésamo é uma mistura do sal marinho com gergelim. É uma mistura com pouco sódio e o gergelim acrescenta à composição cálcio, magnésio e vitaminas E, B1 e B2. É indicado para quem deseja diminuir o consumo de sódio e pode ser preparado em casa. Para fazer esse tempero, é só misturar seis colheres de sopa de gergelim com duas colheres de café de sal marinho e, em seguida, bater o conteúdo no liquidificador até ele ficar triturado.

 

SAL AZUL DA PÉRSIA

Finalizamos a nossa lista com um dos tipos de sais mais raros do mundo. O sal azul da Pérsia é conhecido por ser extraído das minas de sais mais antigas da humanidade, na antiga região de Pérsia, atual Irã. Ele tem esse nome por ser cravejado de cristais de um azul que relembra a cor das pedras safiras. A sua coloração se deve a concentração de silvinita e potássio. Ele tem propriedades curativas para casos de asmas e outros problemas pulmonares.

 

DICA DO BOI DA VILLA

O sal é o responsável por dar gosto às nossas comidas. Mesmo que muitos fiquem com medo por conta de problemas que ele pode causar, que tal trocar o tipo de sal que você utiliza em casa por um dos que citamos acima? Assim você cuida da sua saúde e não perde o sabor da comida! Todos esses tipos de sais são ótimos com carnes, principalmente se for a carne do BOI DA VILLA. Entre em contato conosco!

Compartilhe



Últimas notícias